Saudação do Presidente

Bem-vindos ao site do Ius Gentium Conimbrigae / Centro de Direitos Humanos (IGC/CDH), onde encontra toda a informação institucional (história, estatutos, órgãos de gestão), bem como a apresentação das suas diversas atividades.

Criado há mais de duas décadas na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC), por iniciativa do Prof. Doutor J. J. Gomes Canotilho, o IGC/CDH foi o primeiro centro universitário em Portugal dedicado ao ensino, à pesquisa e à formação avançada em direitos humanos, quer através de cursos regulares (nomeadamente, o Curso de Pós-graduação em Direitos Humanos, iniciado em 1998), quer de várias outras iniciativas em cada uma dessas três áreas, numa perspetiva pluridisciplinar e teórico-prática, desde o nível de iniciação ao nível pós-doutoral.

Sediado na FDUC e a ela associado por via de um protocolo de cooperação institucional, o IGC/CDH é uma entidade juridicamente autónoma, dotada de autogoverno e de recursos próprios, resultantes da sua atividade. É ao abrigo dessa cooperação que o IGC/CDH gere, em nome da UC, a participação portuguesa no Mestrado Europeu de Direitos Humanos (EMA), com sede em Veneza (do qual sou o diretor nacional), bem como outros programas próprios integrados na oferta letiva oficial da Faculdade, sem prejuízo de iniciativas de exclusiva responsabilidade própria, como o bem-sucedido programa pós-doutoral.

De vocação universalista, tal como o seu nome sugere e os direitos humanos pressupõem, o IGC/CDH não confina a sua atividade a Portugal, a qual abrange vários programas conjuntamente com universidades e outras instituições estrangeiras, nomeadamente ao nível da União Europeia (como o já referido EMA e o programa “I Have Rights”) e dos países de língua portuguesa, desde o Brasil a Timor.

Obrigado pela sua visita.

Coimbra, outubro de 2017.

Vital Moreira (presidente da direção do IGC/CDH)